Dê uma nota para meu blog


 CMF SUZANO NA FOTO
 CMF BRASIL
 CMF SUZANO NO ORKUT
 COMUNIDADE HOLY METAL NEWS





CMF - SUZANO


LETRAS: KILLER - (SAVIOUR MACHINE)

 
KILLER
Killer, killer 
Killer lives in silent dreams 
Of genocide philosophy rebirth 
Killer, killer 
Killer lies in frightened eyes 
Obsessed with words that terrorize the earth 

Killer hides inside of the dead 
Killer walks in fear of his own 
Killer judges all that is said 
Killer doesn't see what is shown 

Killer is dying within 
Killer is taking the soul from the man 
Killer is stalking again 
Killer is breaking the heart of his plan 

Pray for the killer 
Pray for his son 
Pray for the killer 
Pray for his day to be done 

Killer's face is ominous 
Killer's heart is black 
Killer's mind is on the loose 
Killer will attack 
Killer can't communicate 
Killer can't investigate 
Killer will interrogate 
Killer will annihilate 

Killers run like insects to destroy the battle cry 
Killers use their influence to animate the sky 

Killer's high anxiety becomes obsessed with therapy 
Killer's insecurity paints the wall with purity 

Killers aren't diverted from their mission to destroy 
Assigned to the demoralized 
The course of dreamers hypnotized 

Killer's promiscuity infects his false security 
When forced to use his intellect 
To trace the path of righteousness 

Killers build their ladders to the sky 
To stand in judgment over high 
Across the galaxy of fear 
That brings the criminal to tears 

Stare into the killer's eyes 
Stare into the killer's eyes 

Stare into his eyes 
Stare beyond his lies 

Is it time for the end 
For the wounds to be mend 
And the servant to bleed from within 

Is there truth in his words 
Proof of return 
Has the killer surrendered to sin 

Has the killer betrayed 
Has the killer enslaved 
Has he stolen the eyes from his son 

In the wake of the trial 
In the hands of denial 
Lies the killer and all that is one 

Pray for the killer 
Pray for this son 
Pray for the killer 
 
TRADUÇÃO
ASSASSINO
Assassino, assassino
Assassino vive em sonhos silenciosos
De renascimento da filosofia genocídea
Assassino, assassino
Assassino mente em olhos amedrontados
Obcecado com palavras que aterrorizam a terra

Assassino se esconde dentro da morte
Assassino caminha com medo de si próprio
Assassino julga tudo que é dito
Assassino não pode ver o que é mostrado

Assassino está morrendo por dentro
Assassino está levando a alma do homem
Assassino está perseguindo novamente
Assassino está quebrando o coração de seu projeto

Ore pelo assassino
Ore por seu filho
Ore pelo assassino
Ore pelo dia para estar acabado

A face do assassino é ominosa
O coração do assassino é negro
A mente do assassino está na derrota
Assassino atacará
Assassino não pode se comunicar
Assassino não pode investigar
Assassino interrogará
Assassino aniquilará

Assassinos correm como insetos
Para destruir o choro da batalha
Assassinos usam sua influência
Para animar o céu

A grande angústia do assassino transformar-se-á
Obcecado pela terapia
A insegurança do assassino descreverá
Os muros da pureza

Assassinos não estão distraídos de
Sua missão de destruir
Designado para desmoralizar
O curso dos sonhadores hipnotizados

A promiscuidade do assassino infecta
Sua falsa segurança
Quando forçado a usar seu intelecto
Para traçar o caminho da retidão

Assassinos compram suas escadas para o céu
Para resistir ao julgamento sobre o céu
Entrecruzada a  galáxia do medo
Que trazem o criminoso às lágrimas

Fixe seu olhar dentro dos olhos do assassino
Fixe seu olhar dentro dos olhos do assassino


Fixe seu olhar dentro de seus olhos
Fixe seu olhar além de suas mentiras

É este o tempo do fim
Para as feridas serem curadas
E o servo para sangrar por dentro

São estas verdades em suas palavras
Prova do retorno
O assassino se entregou ao pecado

O assassino foi denunciado
O assassino foi escravizado
Ele roubou os olhos de seu filho

Na insônia da expiação
Nas mãos da negação
O assassino mente e tudo que está só

Ore pelo assassino
Ore por seu filho
Ore pelo assassino
Ore pelo dia para estar acabado


Escrito por NELSON às 11h28
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]